domingo, 24 de abril de 2016

Viagem a Londres


No outro dia, a remexer em caixas, encontrei um recorte de jornal com os meus avós, mãe e tios pequenos a entrar num avião da TAP. Por graça aproveitei para ligar à minha mãe que lá me explicou que "no meu tempo era assim, não havia tanta gente a viajar de avião em família..." Lembrei-me da vontade que tinha desde miúda de viajar com a minha avó e mãe (algo que nunca chegou a acontecer) e decidi então pôr mãos à obra e marcar uma viagem com os meus filhos mais velhos, a minha mãe, o meu Gonçalo e eu. Destino? Londres, 5 dias!



É um desafio planear uma viagem que agrade a 3 gerações com ritmos e gostos tão diferentes. Mas, prova superada, a nossa viagem foi o máximo!!! Deixei a minha filha mais pequena com a minha sogra (bem haja as sogras e as bombas de leite) e com o coração apertadinho lá partimos à aventura...

Chegados a Londres, apercebemo-nos rapidamente que não compensava comprar cinco passes de metro. Em vez disso, e sempre que  não dava para fazer o percurso a pé, optámos pelo táxi. Pudemos desfrutar mais da cidade. E a minha mãe agradeceu!

Neste city break em família, assistimos a dois musicais, Billy Elliot e Thriller, ambos imperdíveis para quem gosta - ou tem filhos que adoram, como é o caso -  de dança e do rei da Pop. Nos dias de espectáculo convém fazer do jantar um lanche melhorado. Isto porque as actuações acabam depois das dez da noite e a essa hora nem o restaurante do hotel está aberto. Para comprar bilhetes, um bom sítio é a box office em Leicester Square, há promoções do dia e praticam os melhores preços. 

Entre o render da guarda em Buckingham Palace (todos os dias pelas 11h da manhã) e o chá das 5, nada melhor do que aproveitar para visitar alguns dos vários museus que a cidade tem para oferecer. Como ficar horas em filas de espera é uma das imagens de marca da cidade, o ideal é comprar os bilhetes antecipadamente, online ou na recepção do hotel, para museus como Madame Tussauds ou para atracções como o London Eye. Há ainda vários museus de entrada gratuita, como o Natural History Museum (uma tarde inteira, mas muito bem passada, entre dinossauros e a história da Terra), a National Gallery ou o British Museum (miúdos fascinados com os sarcófagos e hieróglifos).

mercado de Portobello é outro "hotspot" imperdível. Aos sábados, embora tenha mais gente, é o dia onde se encontra maior variedade.

Para a semana voltamos a terras de sua majestade, passeamos pelos bairros londrinos e relembramos esta viagem a 5 que nos soube tão bem. Volte connosco!

<3 Mariana
SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

© cinco para as duas. All rights reserved.