quinta-feira, 20 de abril de 2017

A primeira viagem de avião da Vi... As nossas dicas


Estávamos cheios de dúvidas sobre a viagem de avião e sobre o que poderíamos e deveríamos levar connosco. Foram 3 semanas num país diferente do outro lado do Atlântico, por isso queríamos estar o mais confortáveis possível, leves e também gastar o mínimo de dinheiro.


Cada um de nós podia levar uma mala, 4 de 23 kg e a Vi apenas podia levar no máximo 10kg. Como tal, optámos por levar alguma roupa, 3 pacotes de fraldas (foi pouco deveríamos ter levado no mínimo 4) toalhetes (3 pacotes) e biberões ( levamos 3). Levámos também o carrinho de passeio bom, que usamos todos os dias e foi o melhor que fizemos apesar de toda a gente nos desaconselhar. Foi a nossa salvação como é super confortável foi usado para dormir sestas, para comer e para mudar fraldas ( tivemos que improvisar ) ele reclina totalmente, não é muito grande e as rodas como são grandes andam em cima de quase tudo😃. A capa da chuva foi usada para os dias frios, de neve e chuva. Foi mesmo a escolha acertada e nossa salvação.
A cama de viagem encomendámos na amazon e mandámos entregar em Boston. Acabou por sair mais barato do que estar a pagar bagagem extra.
Pesquisámos  antecipadamente o que deveríamos levar connosco na cabine e aqui fica uma lista daquilo que nos foi verdadeiramente útil e importante.
- Um saco grande e resistente para proteger o carrinho de bebé quando for para o porão. Eu não ia preparada para tal coisa mas a assistente de bordo foi amorosa e deu-me um saco do lixo gigante para usar. Na viagem de Lisboa/Boston como o avião ia vazio autorizaram-nos a levar parte da cadeirinha no avião na viagem contrária como ia cheio o carrinho teve que ir inteiro para o porão mas o saco foi suficiente para o proteger. Chegou a Portugal impecável!
Numa mala de mão levamos:
- 10 fraldas;
- toalhetes e creme;
- muda fraldas ou resguardo;
- 3 biberões com leite ( usámos para lhe dar ao lanche e para ajudar na altura de levantar voo  e na aterragem por causa dos ouvidos)
- livros;
- brinquedos pequenos;
- 1 fralda de pano;
- 1 babete;
- 1 sopa;
- fruta;
- 1 almofada (acabámos por usar a nossa almofada de viagem(em meia lua).
- 1 iPad com alguns filmes. Tivemos a sorte de apanhar um avião óptimo com televisões individuais e com a possibilidade de escolher vários tipos de filmes incluindo os de animação. Os três miúdos estiveram super entretidos e nós também mas nem sempre é assim e mais vale estar prevenido.


As refeições a bordo pedimos antecipadamente, uma de criança, para o salvador e uma de bebé para a Vi. Convém pedir antes porque por vezes eles não têm suficientes para todas as crianças a bordo.
Quando se reserva os lugares antecipadamente também se pode pedir os lugares da frente com berço, nós já não fomos a tempo haviam algumas crianças a bordo, mas vale mesmo a pena tentar.


A nossa viagem de ida acabou por correr melhor que a vinda mas foi porque o avião ia vazio e podemos ocupar outros lugares, a Vi teve inclusive um lugar só para ela. Na volta já foi mais complicado porque ela teve que vir sempre ao nosso colo mas tudo se faz e acabou por correr bastante melhor do que estávamos à espera.
Viajámos na TAP e não podia ter corrido melhor. Foram todos super atenciosos, prestáveis e simpáticos. Adorámos!
No aeroporto de Lisboa é super fácil e temos prioridade em todo o lado o que torna o check in, a passagem pela segurança, nos passaportes e o embarque muito rápido e fácil. Já nos Estados Unidos é para esquecer, não existem grandes prioridades, diferentes culturas e formas de estar. Mas o aeroporto de Boston não é nada complicado nem muito concorrido ao contrário de outros.
Nos Estados Unidos foram impecáveis e não chatearam nada com a comida entrámos no país com leite da Vi, uma sopa de legumes e bolachas. Na volta para Portugal também igual  (levávamos sopa, leite e frutas na mesma) apenas nos pediram para testar os líquidos . Foi rápido e nada complicado.
Esperamos que estas dicas ajudem!

♡ Família Garrett


SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

© cinco para as duas. All rights reserved.